Fibromialgia, novas esperanças no tratamento.

Fonte: Blog da Saúde

Um tratamento à base de suplemento alimentar de creatina (composto natural sintetizado pelo próprio organismo) foi testado em pacientes com fibromialgia em uma pesquisa do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP). O resultado: 80% dos pacientes que fizeram uso da creatina apresentaram aumento do conteúdo de fosfocreatina intramuscular, o que significa uma melhora na função muscular. Isso traz uma série de facilidades para os pacientes com fibromialgia. ”Ele reduz a incapacidade física, beneficia a execução das atividades da vida diária, como subir e descer escada e ir ao supermercado”, comenta a médica reumatologista Fernanda Limado, responsável pelo estudo do HC.
O que é a fibromialgia
A fibromialgia é uma forma de reumatismo, pois envolve músculos, tendões e ligamentos, associada à sensibilidade do indivíduo frente a um estímulo doloroso. A dor muscular é uma manifestação muito frequente na fibromialgia, podendo ser difusa ou acometer preferencialmente algumas regiões, como o pescoço e os ombros e, então, propagar-se para outras áreas do corpo. Ela pode se manifestar com ardência, dor em pontadas, rigidez e câimbras, que variam de acordo com o horário do dia, intensidade dos esforços físicos realizados, condições climáticas, aspectos emocionais e ligados ao padrão do sono. Leia mais no post “Fibromialgia – o que é e como tratar“.
O uso da creatina no tratamento

Os resultados da pesquisa são o primeiro passo para uma possível padronização do suplemento como tratamento adjuvante no HC e na rede pública para garantir um bom desempenho no dia a dia dos portadores da fibromialgia.
Segundo informações da Assessoria de Imprensa do HC, não foram relatados efeitos colaterais, reforçando a segurança do uso da creatina nos pacientes. “Embora não tenha havido diferença entre os grupos nos fatores dor, condicionamento aeróbio e qualidade de sono, observou-se significativo ganho de força muscular tanto no segmento inferior, quanto superior do corpo”, aponta a médica.
Agora, os especialistas irão investigar, por um período maior de tempo e amostragem, a eficácia da creatina no combate aos sinais e sintomas dessa doença reumatológica que causa dores musculares, fadiga, distúrbios de sono e cognitivos e dor em pontos específicos sob pressão.

Fonte: Blog da Saúde

Deixe uma resposta

Últimas Postagens

Contato

Rua Rio Grande do Norte, 01-38 - VL. Cardia Bauru, SP
Fone:(14) 98183-3047
Fax: (14) 3227-2988
Website: https://kenkoline.com.br
Email: atendimento@kenkoline.com.br